Guaraciaba do Norte: Panificadora LA PAZ, pioneira em energia solar

Laboratório Solar
dezembro 15, 2016
Energia Solar na Construtop (Fortaleza-CE)
janeiro 24, 2017
O altíssimo custo da energia elétrica sobre os negócio, vem incentivando proprietários de empresas de diversos setores da economia a aderirem a geração própria de energia a partir de fontes renováveis como exemplo a (solar fotovoltaica )

Empresários de todos os setores já vêm na geração própria a alternativa mais viável para reduzir gastos e fazerem seus empreendimentos mais competitivos, pondo um fim nós aumentos na tarifa energética, um dos maiores custos para as empresas.

Exemplo disso em Guaraciaba do Norte é o empresário Francisco Valdir proprietário das padarias Lá Paz, que investiu na instalação de 72 placas solares em um dos seus estabelecimentos, Ele diz que referente a viabilidade pretende ampliar a instalação solar fotovoltaica também para a filial.

Retorno

O tempo estimado para o retorno do investimento, vária de 4 a 7 anos, com garantia de fabricação de 25 anos.

Paulo Massyo

A empresa Ener Brasil, conhecida no setor pela segurança e pioneirismo, através do seu representante regional Paulo Massyo expôs os benefícios relativos a economia e a sustentabilidade ao proprietário da Lá Paz,que aceitou imediatamente a ideia de ver sua empresa autossuficiente na geração de energia

Benefícios

Além da economia obtida na conta de energia percebe-se o real interesse e valorização,
por parte dos clientes das empresas que geram sua própria energia visando à sustentabilidade, ao colaborar com o futuro do planeta e as gerações vindouras.

Já é fato conhecido que os benefícios encontrados nesse tipo de geração de energia são maiores do que o investimento realizado.

BNB

Aproveitamos para parabenizar o Banco do Nordeste do Brasil, pela estruturação da linha de crédito FNESOL específica para fontes de energias renováveis como biomassa, Eólica e a solar fotovoltaica, com carência de um ano, prazo de até 12 anos, Financiamento de até 100% do investimento, taxas do mercado de 6,5% até 11% ao ano, bônus de adimplência de 15% para quem paga em dia, permitindo a utilização do valor economizado com a conta de energia para pagar as parcelas do financiamento e, ainda, possibilitando a geração de empregos de qualidade e contribuindo com o aquecimento da economia regional com ações que visam à melhoria da qualidade de vida da população, ideal para empresas de todos os portes e produtores rurais.